Não há contratos oficiais declarando alguma obrigação do Líder voltar ao Brasil, porém a proposta do programa é incentivar os jovens a ter visão de melhorias e impactos no país. Portanto, o recomendado é o que Líder volte, mas não temos nenhum termo ou contrato com esta obrigação.